Foi publicado no Diário Oficial da União um decreto governo federal que reduz o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que incide sobre consoles de videogames, acessórios e jogos.

Com isso, o IPI de consoles e máquinas de jogos de vídeo foi reduzido de 40% para 30%, enquanto o de acessórios foi cortado de 32% para 22%. A alíquota de videogames que possuem tela incorporada, tipo arcade, e os portáteis, por sua vez, caiu de 16% para 6%.

Leia mais

Os dados pessoais vêm e vão, de aplicativo em aplicativo, porém eles estão realmente protegidos, como determina a LGPD, que entrou em vigor em agosto?

Com o avanço tecnológico crescendo dia após dia, muitos aplicativos e sites trazem inúmeras facilidades aos seus usuários, tais como a possibilidade do pagamento de contas/boletos, compras com cartão de crédito, listas de mercado, solicitar transporte, pedir comida, solicitar dietas, realizar consultas, registar funcionário (eSocial) , tudo por via online.

Leia mais

A incidência de impostos sobre folha de pagamento não é novidade para aqueles que trabalham diretamente com a elaboração desse documento, pois realizar o fechamento da folha é uma atividade que faz parte das rotinas de qualquer departamento pessoal.

O processamento correto da folha tem um impacto muito grande em todo o negócio, pois é através desse documento que não apenas os gestores podem fazer o acompanhamento das despesas tidas com o pagamento de salários dos colaboradores, mas também é por meio da folha de pagamento que todos os  impostos referentes às atividades da organização são provisionados e pagos.

Leia mais

Já presente em comerciais e anúncios de bancos, o Pix, também conhecido como pagamento instantâneo, é uma nova modalidade de pagamento online que estará disponível aos consumidores para cadastro em outubro e utilização em novembro.

O Pix estará disponível em conjunto com os demais meios de pagamento já existentes no mercado, como DOC, TED, boletos e cheques.

O diferencial está em suas transações, que serão realizadas pelo celular e ocorrerão em seis segundos, em um serviço disponível 24h por dia, sete dias por semana

Leia mais

Os acordos de suspensão do contrato de trabalho e redução salarial permitidos em decorrência da pandemia de covid-19 pela MP 936 estão prorrogados novamente pelo Ministério da Economia.

Leia mais

Assim que o Leão recebe a sua declaração de Imposto de Renda, o status que aparece na consulta é “Sua declaração está na base de dados da Receita Federal”.

Depois que você entrega a declaração, acontece uma checagem de tudo que você informou, cruzando com outros dados que o Leão possui no sistema.

Portanto, o último passo do contribuinte nunca é o envio da declaração, mas a conferência dela, se o seu processamento correu bem.

Leia mais

Entre as principais mudanças na legislação de trânsito aprovadas pelo Senado, está a validade da carteira de motorista e a regulamentação do corredor de motos.

O Senado aprovou, em sessão remota, o PL 3.267/2019, que faz uma série de mudanças no Código de Trânsito Brasileiro. Entre as alterações, estão a extensão da validade da carteira de motorista, o aumento do número de pontos na carteira necessários para suspender a habilitação e a regulamentação dos chamados corredores de motos.

Leia mais

O trabalho em casa foi estratégia adotada por 46% das empresas durante a pandemia, segundo a Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise covid-19. O estudo elaborado pela Fundação Instituto de Administração (FIA) coletou, em abril, dados de 139 pequenas, médias e grandes empresas que atuam em todo o Brasil.

O percentual de companhias que adotou o teletrabalho durante a quarentena foi maior no ramo de serviços hospitalares (53%) e na indústria (47%). Entre as grandes empresas, o índice das que colocaram os funcionários em regime de home office ficou em 55% e em 31%, entre as pequenas. Um terço do total das empresas (33%) disse que adotou um sistema parcial de trabalho em casa, valendo apenas em alguns dias da semana.

Leia mais

Objetivo do microimposto digital é desonerar a folha de salários das empresas, principalmente, do setor de serviços.

O assessor especial do Ministério da Economia, Guilherme Afif Domingos, informou que o governo vai enviar ao Congresso a proposta de criação de um microimposto digital para desonerar a folha de salários das empresas (redução dos tributos cobrados sobre os salários) e viabilizar a reforma tributária.

Os cálculos iniciais apontam um potencial de arrecadação de R$ 120 bilhões ao ano. A alíquota em estudo é de 0,2%, como antecipou o Estadão. Segundo ele, a base de tributação será mais ampla do que a da extinta CPMF.

Leia mais

Um trabalhador acionou a Justiça Federal para solicitar a liberação dos valores do fundo de garantia do Tempo de Serviço (FGTS) a fim de utilizar o dinheiro no tratamento de saúde da esposa.

Leia mais